quinta-feira, 3 de maio de 2012

Perigo da Páscoa: Não dê chocolate ao seu cão!


Nenhuma época do ano é tão perigosa para os cães quanto a Páscoa. O chocolate é a paixão de muita gente e também pode ser o objeto de desejo de muitos cães.
O que eles não sabem e muita gente também não, é que o chocolate é altamente tóxico para os cães, podendo inclusive matá-los.
Nessa época do ano, a presença de um chocolate esquecido sobre a mesa ou mesmo alguns pedaços oferecidos ingenuamente aos cães podem intoxicá-los. O chocolate é altamente palatável e muito atraente aos cães, porem alguns de seus componentes como a metilxantina (teobromina e cafeína) podem intoxicá-los. Além disso os seus componentes lipídicos podem causar diarreia e vômitos mesmo se quantidade de teobromina for pequena.
O chocolate ao leite contém alta quantidade de energia e atua como estimulante do sistema nervoso central. Isso se deve à presença da teobromina (molécula C7H8N4O2), um precursor bioquímico da cafeína.

A quantia de teobromina encontrada no chocolate é pequena o suficiente para ser consumido seguramente por humanos, mas animais que a metabolizam mais lentamente, como cachorros, podem sucumbir por envenenamento por teobromina. 

A dose de teobromina que pode ser tóxica em cachorros gira entre 100 a 150 mg/kg. Geralmente chocolates ao leite possuem 154 mg/100g de teobromina; o meio amargo cerca de 528mg/100g.

Complicações incluem problemas digestivos, desidratação, excitabilidade e uma taxa lenta de batimentos cardíacos. Fases posteriores ao envenenamento por teobromina incluem ataques epiléticos e morte. 



Veja mais:
G1 - Para celebrar Páscoa com donos, cães também ganham chocolate
PaneTVet - Saúde Pet! Páscoa: Cães e Chocolate

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favorites More